sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Bizarro? Alimentos servidos vivos que irão revirar seu estômago ( ou não)


Na cadeia alimentar é comum um predador se alimentar de outro animal ainda vivo, mas e o ser humano? Seria um instinto natural, bizarrice ou selvageria?

Ainda existem vários costumes antigos onde pessoas tem o hábito de se alimentar com animais ainda vivos, em outros lugares pratos srevidos desta forma sao servidos como alimentos exóticos.

De qualquer forma, apesar de alguns se chocarem, a ingestão de alimentos desta forma é cultural, citamos como exemplo o consumo de ostras que no Brasil é feito direto na praia e considerados por muito uma coisa normal:

Ostras (Brasil e outros países)
Quando se fala em frutos do mar há consenso quando se diz que quanto mais fresco melhor, pois isto além de tonar mais saudável o seu consumo também os deixa mais saborosos. Em alguns restaurantes é possível, até antes de consumi-los, escolher alguns destes animais em tanques e com isso garantir que estão frescos.

Ostras devem ser cozidas ou ingeridas enquanto ainda estão vivas, caso contrário poderá gerar problemas gástricos. A culinária possui vários meios de prepará-las, porém algumas pessoas insistem em consumi-las cruas e ainda vivas. É costume que pessoas no litoral abram a concha e suguem o molusco ainda vivo, as pessoas dizem que elas tem "gosto do mar" além de ser ricas em vitaminas e proteínas.



Sannakji – Polvo Vivo (Coréia)
Quando se trata de alimentos exóticos os coreanos são grandes candidatos a serem os campeões do mundo . Um alimento muito popular por lá, vendido em barracas de ruas e restaurantes é um tipo de polvo vivo chamado Sannakji.

Os pequenos polvos vivos são cortados em pedaços e servidos ainda se contorcendo sobre um prato. Normalmente um óleo ou molho suave é servido como acompanhamento. Às vezes eles nem os cortam e simplesmente servem o polvo inteiro. A única recomendação feita pelas pessoas que servem o bizarro alimento é mastigar bastante, porém alguns optam por sentir o alimento se contorcer enquanto se vai garganta abaixo.


Camarão bêbado ou embriagado (China)
Lendo em um menu de restaurante as palavras “camarão bêbado”, você poderá pensar, por exemplo,  que se trata de um delicioso camarão flambado, porém o prato chinês consiste em uma grande tigela de camarões e temperos e embebidos em uma bebida forte chamado Baijiu que possui cerca de 40-60% de álcool por volume. Os camarões não são cozidos, embora se espere que eles tenham passado por algum tipo de limpeza antes de serem lançados no prato ainda vivos. O álcool atordoa os pequenos crustáceos os tornando lentos e mais fáceis de serem consumidos.

O sabor é supostamente muito semelhante ao camarão cozido e há também outras versões do prato, onde os camarões são mortos antes de serem cozidos. No Japão um prato semelhante chamado Odori ebi  serve os camarões embebidos em licor.


Ikizukuri (Japão)1
Assim como dissemos acima, quando se trata de frutos do mar o frescor é a chave para um alimento saboroso, isto também é importante para o sushi japonês. Considera-se por lá que quanto menos tempo o alimento passe morto ou refrigerado, mais suave e delicioso será.

Porém o Japão leva isto ao pé da letra com um prato chamado de ikizukuri, traduzido literalmente como "preparado vivo". Eles trabalham contra o relógio para obter a carne na mesa enquanto o animal ainda está vivo e se mexendo (podem ser peixes, camarões, lula, etc) . Agora a parte que parece cruel: eles retiram a carne com o cuidado de deixar os órgãos e nervos intactos por tempo suficiente para mantê-los vivos até o final da refeição.


Coração e Sashimi de rã
Em Tóquio um dos pratos mais bizarros é o coração e sashimi de rã. Em alguns restaurantes é possível observar o chef abrir o batráquio vivo e retirar o seu coração que é consumido ainda batendo. O restante do corpo do animal é servido com marisco. O programa "Comidas Exóticas" exibido no Discovery Travel & Living e no TLC HD apresentado pelo chef de cozinha Andrew Zimmern mostrou a degustação do inusitado alimento.



Ouriço do mar
A primeira vista o sabor da carne deste animal pode não parecer muito saboroso devido a sua aparência com espinhos, mas eles são muito apreciados em vários lugares do mundo. Por muitas vezes são consumidos crus, como sushis em restaurantes especializados, acompanhados de molhos ou então são ingeridos diretamente na praia com a ajuda de uma tesoura para cortar os espinhos e abrir o bicho.


Larvas e insetos
Em muitas partes do mundo é comum a ingestão de insetos e larvas ainda crus. Por aqui, é conhecido o consumo de uma larva que vive no tronco de coqueiros, em cursos de sobrevivência e por soldados do exercito que fazem missões na selva. O vídeo abaixo mostra alguns homens degustando uma larva ainda viva.


Cérebro de macaco
Este prato tornou-se famoso ao aparecer em alguns filmes, como o Indiana Jones, e também é um dos mais bizarros, pois além dos macacos parecerem com seres humanos também tem a questão da crueldade, pois o cérebro é consumido antes que o animal morra.

O processo para degustação deste alimento consiste em apoiar a cabeça do macaco em um suporte e prender seu corpo em uma caixa para que ele não se debata. Então um martelo é usado para quebrar e retirar a parte superior do crânio e em seguida degustar o miolo do animal.

Peixe Ying Yang (China / Taiwan)
Este outro prato com peixe é um pouco diferente, pois o animal está somente meio morto e meio cozido, como uma monstruosidade zumbi o peixe é servido em Taiwan e China continental. Caso você estar se perguntando, não é sangue que você vê no prato da foto, o peixe é servido com um delicioso molho agridoce de cor avermelhada.


Casu Marzu (Itália)
É um tradicional queijo sardo feito com leite de ovelha muito consumido na ilha da Sardenha, na Itália. Este alimento é servido de uma maneira muito específica: ao invés de apenas fermentar o queijo, seus produtores dão um “tempero” a mais o deixando “apodrecer" e inclusive permitindo que moscas do queijo depositem seus ovos no alimento. As larvas se desenvolvem e começam a comer o queijo, que pela ação digestiva das larvas, quebram gorduras o que faz com que o queijo fique com um sabor muito mais suave.

No local onde o queijo é muito apreciado, a única coisa que algumas pessoas divergem é quanto ao momento certo para comê-lo. Enquanto alguns ingerem o alimento ainda com larvas colocando o queijo em finas fatias de pão crocante, que em nada disfarça o gosto de larvas vivas, outros optam por retirar as larvas. O processo para isto ocorre da seguinte forma:  um pouco antes do consumo o queijo é colocado em um saco plástico o que faz com que as larvas percam o oxigênio e comecem a fugir para fora do queijo, após todas as larvas saírem o queijo é servido.

As larvas também fornecem uma garantia que o alimento está “fresco”, pois se elas morrerem naturalmente. o queijo passou a ser tóxico, por isso existe o hábito dele ser consumido enquanto ainda está muito infestado.


Veja também:

5 Alimentos que as pessoas não consumiriam se soubessem como são feitos

10 Insetos que podem servir para o alimento humano

...

6 comentários:

Anônimo disse...

judiação desse animais. as pessoas que comem esses animais vivos tinham que arder no inferno esses fdp

Anônimo disse...

Vendo essas cenas dos pobres bichos sendo devorados ainda vivos pra satisfazer o paladar destes que se acham superiores e podem fazer o que quiserem, é que acharia certo que os mesmos fossem comidos vivos!

Rodrigo on 9 de janeiro de 2013 02:34 disse...

o do macaco, esta no faces da morte. eles prendem o macaco na mesa, martelam a cabeça dele e abrem o cranio

Anônimo disse...

Gostei muito do post. Parabéns.
Queria experimentar o Queijo Cazu Marzu e a larva do coqueiro...

Anônimo disse...

o q eu ví aí foi uma amostra grátis de sofrimento desnecessário, o fato de matar um animal para nos alimentarmos é aceitável já q faz parte de nossa cadeia alimentar, mas querer provar se um ser enquanto agoniza e achar a coisa mais bacana do mundo é no mínimo ridículo. Viva aos animais... estes sim matam sua presa por fome ou ao se sentir ameaçados, quanto a estes pobres seres humanos... nem de burros eu os chamo... estaria ofendendo um animal indefeso e talvez mais coerente q nós....

Isabel Viso on 3 de novembro de 2015 13:09 disse...

Não gostei de fazer parte da humanidade, mas, sei que tenho que passar por isso a fim de conquistar o meu progresso espiritual. Estou fazendo o possível, inclusive não ingerindo carne de animais quase racionais. Estou chocada com o que vi, assim como me choca o tratamento que é dado aos animais que vão para o abate e para os supermercados. Deus me livre logo desta etapa e que eu possa reencarnar numa Terra regenerada. Que eu nasça num ambiente tão pobre, que não corra o risco de ter dinheiro para comer qualquer tipo de animal.

Postar um comentário

Todos comentários são moderados. Não serão aceitos aqueles que tiverem conteúdo ofensivo ou com endereços para outros sites (SPAM).

Marcadores

Acidentes Aliens Alimentos Amor Animações Animais Antes e Depois Aranhas Arqueologia Assassinos Assustador Ataques Atletas Atropelamentos Aviões Bêbados Bebês Bebidas Beleza Bizarro Bonecas Brigas Bullying Cachorros Calafrios Camelão Caminhão Campanhas Caretas Caricaturas Carros Cartuns Casais Casamento Casas Cassetadas Cavalos Celebridades Celulares Cervejas Chargistas Chuck Norris Ciencia Cinema e TV Cobras Coelhos Coletâneas Comerciais Confrontos Corujas Cosplay Crianças Criaturas curio Curiosidades Curiosos Desafio Desenhistas Desenhos Desmotivacionais Divertidas Drogas Efeitos Especiais Elefantes Empregos Empresas Engraçados Espaço Esportes Estudantes Estudos Exóticos Experiências Facebook Fail Famosos Fantasmas Femininas Filmes Forbes Formigas Fotos Frutos Futebol Gaivotas Games Gato Ninja Gatos Gordos Guinness Homens Humor Ilusões de otica Imagens Incrível Insetos Inteligência Interessantes Jogos Ladrões Lançamento Leões Linguagem Corporal Listas Lobisomens Loiras Lugares Macacos Mais-Vistos Maquiagens Mar Masturbação Mistérios MMA Modelos Momento Certo Motos Mulheres Musas Natureza Nerds Ninjas Noticias Novelas Olimpiadas Orgasmos Parasitas Pássaros Pegadinhas Pescaria Pesquisas Photoshop Piadas Piscinas Pizzas Pole Dance Pratos Profissões Propagandas Quadromjps Raios Rato Ninja Reflexos Reportagens Robôs Russia Rússia Russos Sapos Séries Sexo Sexy Silicone Sonhos Sorte Star Wars Strip Super-Girls Sustos Tatuagens Terror Transformações Trânsito Troll Truques Tubarões Vampiras Vida Extraterrestre videocassetadas Videos Zumbis
 

Gato Ninja. Copyright 2011 All Rights Reserved Revolution Two Church theme by Brian Gardner Converted into Blogger Template by Bloganol dot com